Tudo Me Lembra Você

CarlosPontes

Todas as canções estão iguais

Vejo o mesmo rosto nos jornais

Tudo me faz lembrar

 

Caminhando pela rua eu sei

Que já estive nela com alguém

Isso me faz lembrar

 

Que há algum tempo ainda penso no que não fiz

E tenho medo de nunca mais ser feliz

 

Com vai ser se o mundo, se tudo me lembrar você ?

Bem que eu tentei, já fiz de tudo

Nem eu não consigo me entender

Com vai ser se o mundo, se tudo me lembrar você ?

Bem que eu tentei, já fiz de tudo

Agora não consigo nem ser um amigo

Quero um bom motivo pra te esquecer

 

Das tardes que esperava pra te ver

Lembro toda vez que vai chover

Isso me faz lembrar

 

Vejo o seu nome lá no céu

Em estrelas de pedaços de papel

Sinto seu perfume onde estiver

Até as nuvens já tem forma de mulher

 

Sei que a minha vida eu dividi

Em mil momentos com você aqui

 

 

 

 

Pra Você Ficar

CarlosPontes
 

Acho que não sou o mesmo

Cada dia pra mim é um começo

Eu to vivendo mas eu não esqueço que você não está aqui

 

A gente pensou que iria ser pra sempre

Mas o mundo mudou a vida da gente

Queria saber agora o que você sente por eu não estar aí

 

Até quando eu vou suportar

Se cada vez que eu te vejo

Me dá uma vontade de te prender

Não quero me enganar

Te ter por tão pouco tempo

Só pra de novo te perder

 

Que bom seria se eu não tivesse mais que esperar

Como eu queria que você dissesse “hoje eu vim pra ficar”

 

O que será que deu em todo mundo?

Eu to lutando pra mudar o nosso futuro

Enquanto isso eu rezo no escuro pra você voltar pra mim

 

Não é só uma questão de espaço

Sem você, meu amor, eu perco o meu compasso

Você sabe que eu não sou nenhum homem de aço pra viver assim

 

 

 

 

Do Jeito Que Eu Te Amei

CarlosPontes
  
Quando você quer entender um amor

Mas fica sem respostas

É como andar num grande corredor

Sem poder achar a porta

 

Quando você gosta de alguém

Não quer saber de histórias

Só quer que notem você também

E te guardem na memória

 

Se você se lembra como foi que a gente deixou pra depois

Quando a gente parou de insistir

Que o mundo era de nós dois

 

Se for chorar pense em como vou ficar

Se vai sofrer saiba que perdi também

Se quer encontrar outro alguém pra por no meu lugar

Não vai ser outra vez do jeito que eu te amei

 

Toda vez que a gente se falar

Vai ser como dois amigos

Pois nem todo amor que eu tinha pra te dar

Pode manter você comigo

 

Mas eu me lembro muito bem das coisas que me convêm

Não devo nada pra ninguém

Ainda te quero bem

 

 

 

 

Aquele Verão

CarlosPontes


Teus olhos, sorrindo,

Fazendo me lembrar de como o céu é azul

Te pego dormindo, teu rosto junto ao meu

E o radio toca um blues

 

O mar era apenas um cenário pra você brincar

E a gente não ligava pra ninguém

 

Eu quis que durasse para sempre

Mas me esqueci, somos de mundos diferentes

Percebi, meu coração avisou que nosso verão se acabou

 

Sem rumo, destino, sem nenhum plano

De onde a gente iria chegar

Faria contigo tudo de novo, mas a vida deve continuar

 

A areia se tornava uma cama pra você deitar

E a gente não ligava pra ninguém

 

No ano que vem quando eu voltar

Será que vou te encontrar olhando pro mar?

 

 

 

 

Primeiro Amor
CarlosPontes
  
“Fique perto, deixe eu te segurar, eu preciso te proteger”

“Não vá tão longe até onde eu não consiga te enxergar"

"Eu não posso te perder”

 

“Lá fora está chovendo, pego o carro, estou indo te buscar"

"Estou aqui pra te aquecer”

“Faz tanto tempo mas você ainda vem me abraçar"

"É tão bom te ver crescer”

 

Queria dizer à quem me fez quem sou

Que é você o meu primeiro amor

 

Você sabe que o primeiro amor a gente nunca esquece

Até o espelho me lembra você

Brincando, sorrindo, brigando, sentindo a dor,

mas a vida segue, perdendo pra vencer

 

Me ajuda, me aconselha faça os meu problemas irem pelo ar

Porto seguro pra me ancorar

Se lembra daquela criança

Que você ensinou a amar e a viver

Hoje canta pra te agradecer

 

Queria dizer à quem me fez quem sou

Que é você o meu primeiro amor

Queria dizer à quem me fez quem sou

Que eu sei, você me deu o amor mais puro que eu ganhei

 

Pra me ninar, oh mãe

Pra me abraçar, oh mãe

Pra me beijar, oh mãe

Pra me ensinar, oh mãe

 

 

Sem Te Dizer

CarlosPontes

Lembra quando ele te deixou

Eu estava contigo

E vi quando o seu mundo desabou

Sem nenhum aviso

Eu sei que quando começava a chorar

Eu fui seu abrigo

Que quando teve medo de amar

Eu fui seu amigo

 

Por onde andar

Eu vou estar

Pra te mostrar

Que sempre vou te amar

Mesmo sem te dizer

 

E se eu te abrisse o coração

Seria um alívio

Mesmo que você dissesse não

Como se fosse um castigo

Eu sei que você nunca se quer me enxergou

Como um cara sozinho

Porque sempre quando precisou

Eu fui seu amigo

 

Te Esperando
CarlosPontes
 

Eu te avisei pra não sofrer

Antes da dor doer

Eu te falei pra não negar

É como envelhecer

 

Quando eu te beijei, me despedi

Sem nunca dizer adeus

Hoje só sei que nunca senti

Amor igual ao teu

 

A vida te pegou emprestada

E te levou pra longe de mim

Sozinha no meio do nada

Não deveria ser assim

 

Só te liguei pra te dizer“Te amo”

Pra te dizer que vou ficar te esperando

 

Eu me enganei, cheguei a pensar

Que iria te esquecer

Mas a distância não é maior

Que a saudade de você

 

Eu tenho medo de perder

Os seus momentos importantes

Mas não importa o que você decidiu

Nada será como antes

 

 

Seas Feliz

(versão de Seja Feliz) CarlosPontes/Gina Cavalcante
  

Me gusta tanto tenerte junto a mi
Pero ay outra persona en tu corason


Si no ablas porque quieres protejer me assi
Non puedes nergar me essa emocion

Me canse de inisistir
Pero non deje de intentar non

Yo voe estar bien
Esse bejo es para guardar
You voe estar bien, non mientas
Non digas que me vas a esperar
Yo voi estar bien, te amo pero te voi a dejar para se feliz

Quando escuchas una cancion de amor
Vás a recordar las que te dedique


Se que nuestro sueno se acabo
Pero non puedes olbidar que yo te ame

Non sabes como sufri
Pero non deje de intentar non

 

Atenção

CarlosPontes
  
Hoje vou me cuidar um pouco

Vou me amar um pouco

Não vou esperar que façam isso por mim

Não vou fazer seu jogo

Até pegar no sono

Temendo que a noite não tenha fim

 

Pois quando você chegar

Eu sei que vou esquecer de mim outra vez

 

Se eu não tenho medo de tentar

Você não tem tempo a perder

Mas quando eu não quero esperar

Sei que tem vontade de saber

Das coisas que eu nunca quis dizer

Daquilo que você não quer ouvir

Mas se ainda quer atenção

Não vai ter aqui

 

Eu sei que a primeira vista

É um jeito egoísta

De me preservar de tudo o que me magoou

Mas se eu simplesmente

Te deletar da minha mente

Vou sentir a falta do brilho que você deixou

 

Quantas horas, quanto tempo

Pra fazer você me ouvir

Mas nem agora, nem por um momento

Provou que gosta de mim, como eu sempre quis

 

 

 

 

Transe

CarlosPontes


Tantas coisas pra dizer

Mas sempre encontra um jeito de se esconder

Como se fosse algum segredo

Daqueles que quem te ama não pode saber

 

Quando vejo que está tudo errado peço logo sua atenção

Mas se você me poe de lado passo por tudo isso em vão

 

Então vou esperar até você acordar desse teu sonho

Esperar até você acordar desse teu transe

 

Não quero sentir pena de você

Porque me trata assim desse jeito ?

Fez tudo como quiz fazer

Mas ainda sinto uma enorme dor no peito

 

Olhos escurecidos pela fumaça

Braços marcados que você machucou

Você sempre quiz ser rebelde sem causa

E agora é um trem que descarrilou

CarlosPontes 2018 - Todos os Direitos Reservados
ITunes_12.2_Apple_Music.png
logo_32.png
51rttY7a+9L.png
google-play-music-logo-png-transparent.p
deezer-logo-png-transparent.png
Amazon-Music-Logo-1476279710-640x400.png
YouTube_Music.png
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now